domingo, 9 de janeiro de 2011

Haikai: Entrega

Da vida crua, a alma nua sob o olhar da lua,
recorda, reconstrói, se refaz.
Sou, soberano Rei, simplesmente, tua.