terça-feira, 25 de outubro de 2011

Haikai: sono dos justos

Saudosa de escrever,  com o corpo a adormecer
Por aqui passei e lembrei
De só dizer neste Haikai: obrigada, Pai!