segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Achada

Meu caminho trilho há anos!
Nele existem malas, cabanas e lagoas,
Palmeiras, montanhas e canoas,
Andarilha das idéias me fizeste
E aqui, de novo, me trouxeste.

Meu caminho trilho há anos!
Pela mão me seguraste,
Outras vezes me carregaste.
Ao cair, me levantaste,
Quando temi, me abraçaste
Constante foi Tua presença

Meu caminho trilho há anos,
Mas nunca o trilhei como agora.
Hoje Te percebo diferente
Bem maior és Tu, 
Bem menor sou eu,
Mas não sou uma ninguém!

Fui gerada de novo,
Incrivelmente renascida,
Crescida, engrandecida.
Pelo teu amor saciada,
Emocionada, sossegada,
Contigo fascinada, deslumbrada.

Profundamente Te raciocino, mas  não enlouqueço.
Fazes todo sentido para mim.
Filosofia sobre Ti é vaidade.
Parir conceitos dentro de Ti é novidade!
Compreendo, enfim, o que é ser 
"Pomba escondida na fenda da Rocha"

A Rocha és Tu, Jesus, 
Meu esconderijo,
Meu abrigo seguro.

Meu caminho trilho há anos!
Agora sei onde estou.
O canto onde me aninho é dentro de Ti.
Ninguém me dá tal segurança
Nunca me senti
Tão plenamente achada.

Lília Dias Marianno - 04/11/2012.


terça-feira, 17 de abril de 2012

Eu ganhei um poema!

Eu vivo escrevendo poesias para outras pessoas. Gosto de fazer. Meus amigos mais próximos, praticamente todos, já ganharam alguma (ou mais de uma, quando ele é querido demais) delas. Até para meus queridos que já se foram eu escrevi poesias e crônicas. É o caso da Erly, que foi babá dos meus filhos e do meu avô Ernani, um verdadeiro pai para mim.

Hoje eu ganhei um poema de uma amiga depois que ela leu um artigo que acabei de publicar na Novos Diálogos intitulado: Que tenho eu contigo, mulher? Uma paráfrase sobre o amor entre mãe e filho. Para acessar o artigo clique no próprio nome

Depois ela me mandou o link para o poema dela. Gente! É muito bom receber poesia!
Dedico a todas as mulheres que não estão na flor da idade, mas na flor da maturidade, e curtindo pra caramba ser madura.

Ivone, muito obrigada pelo presente!
Celebrando meus 7 meses sem pintar o cabelo, curtindo cada fio branco!



Mulher Madura

(Autora: Ivone Boechat)

Esse ar puro oxigenado de maturidade
me dá o aspecto de que já vi tudo na vida
disposta a rever a própria vida.

Este sentimento de mulher humana
me dá o direito de viver feliz,
inspirando segurança,
como se já tivesse tudo o que quis.

Esse jeito felino ou de criança
me dá certeza de ser forte como nunca,
agarrada nos braços da esperança.

Essa determinação de chegar faceira,
sem ter que explicar nada nem dizer porque,
me dá sensação de estar no auge da vida,
a vida inteira.


quinta-feira, 1 de março de 2012

Haikai: Luto

Lágrimas, silêncio, saudade.
Aperto doído na alma.
Muda, somente, muda.

Em memória do meu amigo, professor, orientador acadêmico e acima de tudo, mentor Dr. Milton Schwantes.
Na madrugada de hoje foi promovido à posição de exegeta dos céus.
com certeza o céu está em festa com a chegada desta pessoa que tanto nos aproximou de Deus através do texto bíblico. E de lá espero, continue nos inspirando a continuarmos apaixonados pela Bíblia.
"O menos, Lília, é mais"!

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Carpe Diem!

Gente, 2012 está começando para todos, para algumas partes do mundo já começou. Eu tenho muito mais a agradecer a Deus do que pedir. A provisão, o cuidado, o sustento, vinham sempre no momento exato. A ternura, o calor, a afetividade, o amor, a atenção de Deus comigo se manifestou através da vida das pessoas que me amam e vêm ao meu encontro como mensageiros dEle para me abençoar.

Tudo que peço para 2012, e estendo minha prece a vocês, é que Deus nos dê mais sabedoria para agir, mais discernimento para ponderar,  mais paciência para esperar e equilíbrio de palavras e obras todo o tempo, para que não venhamos sabotar as coisas lindas que Ele já preparou para nós em 2012. Teremos aflições? Com toda certeza! Mas em 31 de Dezembro de 2012, quando olharmos para hoje, veremos que a bondosa mão do Senhor nos sustentou todo o tempo.

Grande abraço para todos. Feliz 2012 e deixa eu correr pois ainda tenho 30 km daqui até minha querida church lá no Recreio. Beijo e abraço todos vocês. Até 2012! [Postado no FB em 31/12/2011 - 19:40]

Assim que terminei esta mensagem no FB fiz um culto com meus filhos e compartilhei com eles Eclesiastes 3,1-10. Falamos do tempo que Deus tem nos dado como família e das vezes que desperdiçamos este tempo deixando de agir como tal. Nossa oração foi essa, pedindo perdão por não termos usado bem o tempo e as oportunidades de 2011, de discernirmos o tempo que estamos recebendo de Deus para dele cuidar, de não usarmos este tempo de forma indevida, não confundirmos os momentos de abraçar e repelir. Terminamos nossa celebração em família às 8:30, eles foram para a igreja deles e eu para a minha. Ao chegar na minha igreja, o sermão foi exatamente sobre Ec 3,1-10. Se combinasse não daria tão certo.



Pois é, gente! Temos diante de nós 366 dias para serem usados com sabedoria. O tempo não nos pertence. Ele pertence a Deus. A Bíblia diz que não podemos acrescentar um só dia à nossa existência, nem meio metro à nossa altura.

Procrastinação, antecipação indevida, perder-se no tempo, desperdiçar o tempo, se embolar com as tarefas e não dar conta de nenhuma delas, não reservar tempo para ser afetuoso com as pessoas e representar bem o amor de Deus por elas, dentro desta perspectiva, é tudo pecado porque o tempo não nos pertence, e ele passa.

Nenhum dos dias de 2011 voltará atrás para desfazermos as coisas erradas que fizemos neles. Nenhum daqueles dias voltará para pedirmos perdão às pessoas que magoamos. O caminho é discernir as oportunidades em 2012 e cuidar bem de cada uma delas, fazendo aquilo que deve ser feito.

Então: Carpe Diem! Mas faça bem feito!
Feliz 2012!