segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Carpe Diem!

Gente, 2012 está começando para todos, para algumas partes do mundo já começou. Eu tenho muito mais a agradecer a Deus do que pedir. A provisão, o cuidado, o sustento, vinham sempre no momento exato. A ternura, o calor, a afetividade, o amor, a atenção de Deus comigo se manifestou através da vida das pessoas que me amam e vêm ao meu encontro como mensageiros dEle para me abençoar.

Tudo que peço para 2012, e estendo minha prece a vocês, é que Deus nos dê mais sabedoria para agir, mais discernimento para ponderar,  mais paciência para esperar e equilíbrio de palavras e obras todo o tempo, para que não venhamos sabotar as coisas lindas que Ele já preparou para nós em 2012. Teremos aflições? Com toda certeza! Mas em 31 de Dezembro de 2012, quando olharmos para hoje, veremos que a bondosa mão do Senhor nos sustentou todo o tempo.

Grande abraço para todos. Feliz 2012 e deixa eu correr pois ainda tenho 30 km daqui até minha querida church lá no Recreio. Beijo e abraço todos vocês. Até 2012! [Postado no FB em 31/12/2011 - 19:40]

Assim que terminei esta mensagem no FB fiz um culto com meus filhos e compartilhei com eles Eclesiastes 3,1-10. Falamos do tempo que Deus tem nos dado como família e das vezes que desperdiçamos este tempo deixando de agir como tal. Nossa oração foi essa, pedindo perdão por não termos usado bem o tempo e as oportunidades de 2011, de discernirmos o tempo que estamos recebendo de Deus para dele cuidar, de não usarmos este tempo de forma indevida, não confundirmos os momentos de abraçar e repelir. Terminamos nossa celebração em família às 8:30, eles foram para a igreja deles e eu para a minha. Ao chegar na minha igreja, o sermão foi exatamente sobre Ec 3,1-10. Se combinasse não daria tão certo.



Pois é, gente! Temos diante de nós 366 dias para serem usados com sabedoria. O tempo não nos pertence. Ele pertence a Deus. A Bíblia diz que não podemos acrescentar um só dia à nossa existência, nem meio metro à nossa altura.

Procrastinação, antecipação indevida, perder-se no tempo, desperdiçar o tempo, se embolar com as tarefas e não dar conta de nenhuma delas, não reservar tempo para ser afetuoso com as pessoas e representar bem o amor de Deus por elas, dentro desta perspectiva, é tudo pecado porque o tempo não nos pertence, e ele passa.

Nenhum dos dias de 2011 voltará atrás para desfazermos as coisas erradas que fizemos neles. Nenhum daqueles dias voltará para pedirmos perdão às pessoas que magoamos. O caminho é discernir as oportunidades em 2012 e cuidar bem de cada uma delas, fazendo aquilo que deve ser feito.

Então: Carpe Diem! Mas faça bem feito!
Feliz 2012!