quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Relendo o Salmo 23

Tu Senhor, és o pastor que cuida de mim.
Não terei falta de coisa alguma.
Eu descanso em campos verdinhos
e bebo de águas tranquilas,
porque tu me levas até eles com mansidão.

Tu refrescas minha garganta mantando a minha sede.
Porque Tu amas o teu nome,
me guias na estreita trilha da justiça.
E se esta trilha me aproxima da morte,
eu não preciso temer nada de mal
porque Tu caminhas na trilha comigo.
Tua correção e teu abraço me consolam.

Diante dos que me odeiam
tu preparas uma festa para me homenagear.
Sobre minha cabeça colocas tua mão de bênção e autoridade.
Tu enches a minha taça com alegria tão abundante
que até transborda.

Serei perseguida pela tua bondade
e pela tua misericórdia enquanto eu viver.
E quando tu determinares que minha vida aqui chegou ao fim,
Tu virás e me levarás para casa,
nunca mais me sentirei uma estrangeira e sem lar.

É sempre muito interessante perceber o grito humano por trás da poesia. 15 dias atrás estive num retiro pessoal. Eu ouvia Michael Card palestrando sobre Lamento é Adoração, em seguida escutei uma composição musical dele sobre este salmo. Na leitura bíblica, me detive na paráfrase da Bíblia A Mensagem e me senti inspirada a criar minha própria versão do Salmo 23, em parceria com o rei David, é claro. Aproveitei as releituras do próprio Michael Card em sua música e a de Eugene Petersen na paráfrase de A Mensagem.

Desfrutem!

Caso queiram assistir o Michael Card palestrando sobre Lamento é Adoração (em inglês e sem legenda - sorry... :-( ) clique no vídeo abaixo e assista as sequências dele. Muito interessante, principalmente para quem gosta de Exegese.